Imprensa

Voltar

Notícias

25/mai/2012 às 11:27

Cooperhaf comemora a marca dos 10 mil agricultores beneficiados com habitação em SC

A Cooperativa de Habitação dos Agricultores Familiares (Cooperhaf) comemora hoje (25) a marca dos 10 mil agricultores familiares beneficiados com habitação rural em Santa Catarina. O ato que vai firmar a assinatura do contrato entre agricultores familiares, Cooperhaf e Caixa Econômica Federal, ocorre a partir das 14 horas no Encontro Regional de Habitação que está sendo realizado no Distrito de Machado, em Pinhalzinho (SC).

Para a presidente da Cooperhaf, Liane Vitali Kothe, assinar 10 mil contratos em toda SC, significa movimentar mais de R$ 100 milhões (valor do subsídio do Governo Federal) na economia local dos municípios e ainda dar um grande passo para consolidar a habitação rural depois de tantas lutas e reivindicações. “Isso nos traz a certeza de que vale a pena lutar, pois tínhamos uma demanda e através de muito trabalho e parceria com Cooperhaf e Caixa concretizamos as assinaturas e beneficiamos milhares de famílias agricultoras”.

Segundo o coordenador da Cooperhaf em Santa Catarina, Jandir José Selzler, este número é resultado do trabalho da equipe Cooperhaf e dos Sindicatos dos Agricultores Familiares de SC. “É muita alegria, sabemos da importância que é a habitação para qualquer ser humano, mas sabemos que, no meio rural, isso é uma conquista, um avanço, porque anos atrás não se falava em financiamento para habitação rural”, comenta Selzler.

Neste ano de 2012 os sindicatos já estão cadastrando novas demandas. A meta da Cooperhaf é de até final do ano seis mil agricultores familiares nos três estados do Sul, destes, dois mil em Santa Catarina.

A Cooperhaf que nasceu em 2001, já beneficiou com habitação rural (casas novas e reformas) através dos programas de habitação do Governo Federal, e em parceria com a Fetraf-Sul/CUT, sindicatos, cooperativas de crédito e Caixa Econômica Federal, cerca de 30 mil agricultores familiares de diversos Estados do Brasil, deste número, 25 mil famílias foram beneficiadas nos três estados do Sul.