Imprensa

Voltar

Notícias

09/jun/2014 às 13:59

23 casas novas são entregues no meio rural de Sarandi RS

            Com o intuito de finalizar as atividades do Projeto Social com os beneficiários do Programa Nacional de Habitação Rural – G1 Casa Nova, de Sarandi, no Rio Grande do Sul, foi realizado na última semana, numa iniciativa do Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar de Sarandi, Nova Boa Vista e Barra Funda, juntamente com a FETRAF-SUL/CUT e a COOPERHAF, um “Dia na Propriedade Caprichando a Morada”. O evento aconteceuna propriedade dafamília Gonçalves,localizada na comunidade deLinha Ponte Nova.

            O Dia na Propriedade iniciou com o estudo do caderno 04 “Gestão Financeira e Social da Propriedade”, realizado pela Assistente Social da COOPERHAF-RS, Deuvanes F. Consalter que salientou a importância e as formas de administração,fornecendo aos agricultores familiares presentes,ferramentas para uma gestão eficiente de suas propriedades rurais, com vistas a sua manutenção por muitos anos. “Dessa forma, inúmeros benefícios podem ser obtidos especialmente no que se refere ao retorno financeiro e satisfação das famílias”, salientou Deuvanes, parafraseando Mahatma Gandhi, que diz: “o futuro dependerá daquilo que fazemos concretamente aqui no presente”.

            Logo após, representantes dos parceiros locais – Caixa Econômica Federal e Cresol, Agências de Sarandi; Sindicato; Cooperhaf e Prefeitura Municipal fizeram uso da palavra, dizendo da alegria e das mudanças ocorridas na vida dessas 23 famílias beneficiárias, representado no momento pelo casal anfitrião, João Carlos e Ângela Gonçalves, que relataram o bem-estar que a casa nova trouxe para suas vidas e de suas famílias.

            Simbolicamente, houve a entrega da chave aos beneficiários mais idosos do grupo, Leduvino e Teresa Gonçalves. Emocionado, ele falou: “Eu quero ainda ir alguns anos. Tô quase perto dos 90 anos e todo dia eu pego a enxada pra carpir um pouco. Com a força que eu tenho quero ir adiante ainda” , referindo-se à força de vontade de viver e de aproveitar a casa nova, que trouxe mais conforto e bem-estar para ele e a esposa.

            Na sequência, enquanto ia sendo preparado o almoço, foi realizada oficina de elaboração de “Amaciante Caseiro”, o qual foi distribuído aos beneficiários para que levassem para suas casas, podendo também se tornar uma fonte de renda e/ou de economia para as famílias.

            Na parte da tarde, a naturalista e agricultora Terezinha Spessatto, falou sobre as propriedades das plantas medicinais expostas (plantadas em latas de leite), os benefícios e formas de uso. Fez ainda, a consulta da íris dos olhos, a qual tem por finalidade, diagnosticar o estado orgânico e as características mentais da pessoa, uma vez que há na estrutura da íris uma correspondência com o nosso corpo como um todo. Ao final, os presentes puderam escolher entre as diversas mudas disponíveis, uma para cada família levar para casa, podendo, posteriormente, haver a troca entre os mesmos, para fazer o melhor uso dos chás.

 

 

Assessoria de Imprensa da Cooperhaf