Imprensa

Voltar

Notícias

29/mai/2015 às 12:19

PROJETO EXECUTADO PELA COOPERHAF OPORTUNIZA NOVA PERSPECTIVA DE VIDA PARA FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE EXTREMA POBREZA

Na próxima segunda-feira (01) 42 famílias em situação de vulnerabilidade social, que vivem em áreas de risco no perímetro urbano do município gaúcho de Jacutinga, realizarão o maior sonho de suas vidas: ter uma casa própria, com toda a infraestrutura necessária para uma moradia digna.  A conquista será possível graças à ação da Cooperativa de Habitação dos Agricultores Familiares (Cooperhaf), que em parceria com a Prefeitura Municipal de Jacutinga, através do Programa Minha Casa Minha Vida Entidades, construiu o Loteamento Bairro Renascer, primeiro projeto habitacional voltado para o público urbano da Cooperhaf.  

A Superintendente Nacional da Habitação Rural da Caixa Econômica Federal, Noemi Aparecida Lemes, é presença confirmada para o ato de inauguração. Também, está prevista a vinda do Ministro das Cidades,Gilberto Kassab.

O conjunto habitacional, situado no perímetro urbano de Jacutinga, possuí aquecimento solar, coleta de lixo, esgoto, pavimentação, água e luz, além um  jardim e horta em cada unidade.  Ao todo serão beneficiadas 144 pessoas.  Além das casas e toda a infraestrutura, os moradores recebem suporte para o resgate da cidadania, da autoestima e autonomia financeira através do trabalho social executado pela Cooperhaf.  Em parceria com o poder público municipal, com a Fetraf-RS, Sutraf-Jacutinga, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFSS), RGE, Corsan e Emater, a cooperativa realiza  oficinas de artesanato,  jardinagem,  separação do lixo, cuidados com hortaliças e mutirões para o plantio de gramas, flores e árvores. Ainda, após a inauguração os moradores receberão treinamento em formação financeira, com objetivo de ajudar as famílias no gerenciamento de gastos. Para complementar o processo de emancipação, a prefeitura de Jacutinga instalará no loteamento, uma estufa de flores e hortaliças.

As famílias beneficiárias residem atualmente, em moradias precárias, no Bairro Nossa Senhora Aparecida, numa área de preservação ambiental, nas margens do Rio Jacutinga. Frequentemente são afetadas por enchentes e deslizamentos de terra. Elas habitam a área há cerca de 20 anos e vivem em situação de extrema pobreza. A escolaridade das pessoas é baixa. A maioria possuí apenas ensino fundamental incompleto sendo que, do total, 11 são analfabetas e uma possuí deficiência mental.

“A conquista da casa própria, com toda a infraestrutura, significa para essas pessoas um “renascimento”, em muitos aspectos de suas vidas. Isso faz jus ao nome do loteamento chamado “ Bairro Renascer”. Essa é a nova condição de vida que oferecemos para essas famílias”, destaca o presidente em exercício da Cooperhaf, Ari Pertuzatti.

No mesmo dia e ato ainda ocorrerá a assinatura de contrato de 30 casas pelo Programa Nacional de habitação Rural (PNHR) o qual beneficia famílias de agricultores.

 

 
 

______________________
Fabiane Altíssimo

Assessoria de Imprensa Fetraf RS