Imprensa

Voltar

Notícias

16/dez/2015 às 14:06

Fetraf e Cooperhaf recebem ministro do Desenvolvimento Agrário

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, participou nesta terça-feira, 15, de um evento realizado pela Cresol Central no município de Chapecó. A atividade comemorou os 20 anos de Pronaf e os benefícios que o programa proporcionou à agricultura familiar (investimentos para lavoura, compra de maquinários e melhorias na propriedade que resultam na melhoria da renda e melhor qualidade de vida para a família).

As cooperativas de crédito aumentaram sua participação na operacionalização do Pronaf. Na safra de 2013/2014 o percentual foi de 12,5% e na safra de 2014/2015 o percentual subiu para 12,9%.

No período da tarde o ministro visitou a sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da Região Sul (FETRAF-SUL/CUT) e a Cooperativa de Habitação dos Agricultores Familiares (Cooperhaf) para conhecer as experiências das entidades com a agricultura familiar de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Na visita à Cooperhaf, o objetivo foi conhecer a metodologia de trabalho desenvolvida pela cooperativa desde 2004, o “Caprichando a Morada”. Que compreende desde o momento em que o agricultor vai até o sindicato buscar as informações sobre a habitação até o recebimento da casa nova ou da reforma habitacional.

Desde 2001, a cooperativa já atendeu mais de 44 mil famílias de agricultores em 13 estados do país. Destas, na Região Sul foram mais de 34 mil famílias atendidas. Especificamente através do Minha Casa Minha Vida Rural/ Programa Nacional de Habitação Rural desde 2010 foram atendidas mais de 13 mil famílias.

A presidente da Cooperhaf Liane Vitali Kothe, o tesoureiro Ednei Gawenda e o secretário geral Ari José Pertuzatti acompanharam a agenda do ministro.

O coordenador da FETRAF-SC, Alexandre Bergamin, entregou ao ministro um documento solicitando apoio do governo Federal para realizar um projeto de capacitação e formação para mulheres da agricultura familiar. Patrus Ananias assinou também uma escritura de terra do Crédito Fundiário.

 

 

____________________________

Assessoria de Imprensa da Fetraf-Sul/CUT