Imprensa

Voltar

Notícias

07/mai/2008 às 19:04

AGRICULTORES FAMILIARES MOBILIZADOS PELA HABITAÇÃO

      Em Santa Catarina, na cidade de Chapecó, cerca de 600 agricultores familiares se reuniram na praça central e foram em caminhada até a Caixa Econômica Federal. Lá, foram recebidos pela superintendência que se comprometeu em formar uma força-tarefa para que os cerca de mil contratos que estão pendentes sejam assinados, assim que os recursos forem liberados. Na parte da tarde, os agricultores foram até a Secretaria de Desenvolvimento regional do Governo do Estado com o intuito de pressionar para que o Governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira, receba uma comissão da Fetraf-Sul nesta quinta em Florianópolis. Também aconteceram mobilizações nos municípios de São Miguel do Oeste e Canoinhas.      
      No Paraná,
as cidades de Cascavel e São Mateus do Sul estiveram mobilizadas. Em cascavel cerca de 600 pessoas se concentraram na praça e forma em caminhada e ocuparam a Caixa Econômica Federal. Na parte da tarde uma comissão esteve reunida com gerência da Caixa que recebeu a pauta de reivindicação e se comprometeu em repassar os pedidos para Brasília. Em São Mateus do Sul 300 agricultores familiares também fizeram uma caminhada até a Caixa e foram recebidos pela gerência que marcou uma audiência em Curitiba, nesta quinta-feira para discutir as pendências de habitação na região.     
      No Rio Grande do Sul, representantes da Fetraf-Sul, entidades e parlamentares estiveram reunidos em Porto Alegre, com o Chefe da Casa Civil, Cézar Busatto, em uma audiência para encaminhar as demandas com as secretarias de Agricultura, Habitação, Infra-Estrutura e Irrigação. O Governo se comprometeu com a assinatura do novo convênio com o Banrisul no valor de R$ 2.000.000,00 para o dia 30 de maio como forma de financiamento de contrapartida aos agricultores familiares. No município de Passo Fundo cerca de 500 agricultores familiares participaram de uma caminhada no centro da cidade que terminou em ato público em frente a Caixa Econômica Federal. Uma comissão esteve reunida com gerência da Caixa que recebeu a pauta de reivindicação e se comprometeu em repassar os pedidos para Brasília.     
      Simultaneamente às mobilizações, acontecem em Brasília, audiências com intuito de pressionar a liberação dos recursos necessários para Habitação Rural com a presença de representantes da Fetraf, Cooperhaf, Cresol e parlamentares. Uma das audiências ocorre no final da tarde desta quarta-feira, com o Ministro das Cidades, Márcio Fortes e a Fetraf quer o compromisso do Governo Federal com as reivindicações da agricultura familiar. O Coordenador geral da Fetraf-Sul, Altemir Tortelli, quer que o Governo assine um documento com o prazo de 30 dias para a liberação dos recursos para as 5.800 casas através do FGTS, também que o ministro indique de onde serão liberados recursos do Orçamento da União de 2008 para a habitação e garanta o a implementação um programa nacional de habitação rural.

      Também para tratar das lutas da agricultura familiar, na quinta-feira (08.05) está marcada uma audiência com o Ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel e na sexta-feira (09.05) a audiência é com o Ministro da Educação, Fernando Haddad, às 11 horas.